terça-feira, 28 de julho de 2009


“ O amor não é instantâneo. Vai-se insinuando sub-repticiamente e depois vira por completo a nossa vida do avesso. Enche de cor o nosso despertar e invade os nossos sonhos. Caminhamos nas nuvens e vemos as coisas sob uma luz mais resplandecente. Mas também traz consigo uma doce agonia e uma deliciosa tortura.”


Vikas Swarup, “Quem quer ser bilionário?”

4 comentários:

  1. Oh sofia gostei tanto. Não conhecia. :)

    ResponderEliminar
  2. "O amor não é instantâneo."
    Só isto já me faz tremer. Gostei do blog (:

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelo comentário (:
    Vou seguir !

    ResponderEliminar